Home

Relaxante para as dores musculares

Relaxante para as dores musculares

Relaxante para as dores musculares

Os relaxantes musculares são a melhor solução para conseguir um alívio imediato das dores musculares. Conforme o próprio nome indica, proporcionam o relaxamento muscular na zona de aplicação, o que contribui para amenizar o desconforto.

As opções existentes à venda em farmácias, parafarmácias e até em hipermercados são inúmeras, de diversas marcas e de variados tipos, nomeadamente em cremes, pomadas e cápsulas. A aplicação de cremes e de pomadas pode, contudo, ser a melhor alternativa, já que a massagem associada à sua distribuição pela pele ajudará também a aliviar a tensão muscular, proporcionando assim maior alívio na zona afectada.

Os relaxantes musculares que mais se vendem no mercado, seja por terem a preferência de mais pessoas, seja por serem de marcas mais renomeadas e conhecidas, são o carisoprodol, a fenilbutasona e o tiocolchisídeo. Mas há muitas outras opções e o melhor que tem a fazer é procurar uma boa sugestão junto do seu médico de família.

Caso não tenha essa oportunidade, deve ler bem as contra-indicações e a sua constituição química antes de tomar uma decisão final e antes de iniciar qualquer tratamento.

Relaxantes musculares de acção directa no músculo

Este é o tipo de relaxante muscular mais utilizado pela maioria das pessoas. Logo à partida, por se tratar do tipo mais acessível, em termos económicos.

Além disso, é de venda livre, podendo ser comprado em farmácias e até em certos hipermercados. Em termos de actuação, agem directamente sobre a zona lesionada, provocando o alívio da dor e da tensão muscular, fruto dos componentes analgésicos e anti-inflamatórios que habitualmente os constituem.

Relaxantes musculares curarizantes ou de acção periférica

Há diversos tipos de relaxantes musculares, conforme o tipo de actuação dos mesmos. No caso dos relaxantes musculares de acção periférica, também conhecidos como curarizantes, a actuação é de âmbito neuromuscular. Assim, eles intervêm travando a transmissão da dor a nível dos nervos, sem atingirem o sistema nervoso central.

São uma boa solução quando se pretende que os membros realizem acções muito detalhadas, no sentido de detectar ou de resolver um problema. Podem ainda ser usados no âmbito de uma cirurgia para proporcionar o relaxamento muscular.

Relaxantes musculares de acção central

Neste caso, a acção do relaxante muscular, conforme se pode deduzir pelo nome por que são conhecidos, age directamente sobre o sistema nervoso central, ao nível da medula ou do encéfalo. Este tipo de relaxantes musculares são especialmente adequados para dores e contracturas musculares associadas a doenças reumáticas. São ainda utilizados no alívio dos espasmos musculares em situações causadas por problemas neurológicos.

Efeitos Secundários

Pelo facto de ser facilmente adquiridos, há quem torne uma questão trivial a utilização de relaxantes musculares. Pequenas pomadas miraculosas e sem efeitos secundários! Uma ideia que será comum a muitos e que está profundamente errada.

A maioria dos relaxantes musculares que existem à venda actualmente é constituída por substâncias químicas, da área dos anti-inflamatórios e analgésicos, e é este dado que lhes permite serem mais eficazes enquanto propiciadores de um alívio imediato nas dores musculares. Todavia, este conforto rapidamente adquirido tem um custo: há efeitos secundários envolvidos, como quando se toma qualquer tipo de medicamento.

É importante, por isso, estar alerta para eventuais sinais de alarme que possam surgir, associados à utilização de relaxantes musculares, bem como não exagerar em termos do período de utilização dos mesmos.

Este artigo precisa de revisão por um profissional, quer fazê-lo? Comece aqui.

Patrocínios

7 Comentários

  1. muito bom! says:

    Excelente artigo.

  2. Muito bem orientado. A pessoa erra se quiser.

    Obrigada

  3. VALTER says:

    OTIMAS INFORMAÇÕES.

  4. luzia says:

    muito bom gostei

  5. o pior de tudo é que tenho bruxismo e me dá muita dor no ombro e no pescoço. A farmácia não vende sem receita médica. ganho um salário. tenho que pedir um médico para arrumar a receita. é horrível. hoje fui no poto de saúde e o médico não tinha receituário. ainda deu um sorriso de deboche.

  6. Pedro says:

    Só faltou exemplificar os tipos de relaxantes. Por exemplo o carisoprodol tem acao no snc, age oerifericamente ou diretamente no musculo. Eu tenho espanho cronico nos gluteo e o baclofeno nao resolveu

O que achou do artigo?