Home

Dor muscular e nas articulações

Dor muscular e nas articulações

Dores musculares e nas articulações

As dores musculares nas articulações costumam ser associadas à velhice, como se fossem um problema específico da Terceira Idade. Não é bem assim, embora sejam frequentes, de facto, entre os mais velhos, resultado dos processos de degeneração típicos do avançar da idade e também da longa vida de sacrifícios, de excessos e de tensões.

Mas também os mais novos podem sofrer com este tipo de desconforto, nomeadamente em virtude da prática de desporto de forma mais intensa ou da tensão acumulada no dia-a-dia.

Além da lesão específica nos tecidos musculares, este tipo de problema pode afectar ainda os tendões e os ligamentos. Quando a situação se arrasta à zona dos ligamentos, é importante consultar o médico para avaliar se não estará perante uma complicação mais grave. Nestes casos, além da dor muscular localizada na área afectada, verificam-se ainda sintomas como inchaço e inflamação e dormência. Quase tão intensa como a dor nos rins, esta dor pode ser extremamente incomoda.

Como evitar as dores musculares nas articulações

Há dicas para a manutenção de uma boa saúde que são recomendadas em termos generalizados e que são perfeitamente aplicáveis nestes casos. Praticar exercício regularmente, manter uma alimentação equilibrada, evitar álcool e açúcar, não fumar… Se fizer isso tudo, estará a dar passos decisivos no sentido de evitar as dores musculares articulares. Mas pode e deve seguir outras recomendações…

Nomeadamente, aquando da prática desportiva, é importante que não descure a fase do aquecimento. Preparar os músculos, especialmente com alongamentos adequados, é uma excelente forma de evitar lesões musculares. Deve também proceder a este tipo de exercícios após o treino ou a prática desportiva, pois assim ajudará os tecidos musculares a recuperarem do esforço despendido.

A obesidade ou o excesso de peso é uma das causas das dores musculares nas articulações, pelo que é essencial que mantenha um peso equilibrado, procurando continuar uma alimentação cuidada e livre de ingredientes perniciosos.

A artrite reumatóide

A artrite reumatóide é uma doença crónica que provoca o inchaço e a inflamação das articulações. As dores musculares associadas são bastante intensas e condicionam fortemente as movimentações de quem sofre com este mal. Gradualmente, as articulações vão perdendo força e capacidade de se moverem, deixando a pessoa afectada seriamente debilitada e coarctada em termos de mobilidade.

As origens desta doença são desconhecidas, pelo que a actuação, ao nível do tratamento, está muito ligada ao cuidado do desconforto e das dores. Além dos medicamentos analgésicos e anti-inflamatórios que se podem tomar para aliviar a dor, há muitos médicos que sugerem o recurso a terapias alternativas como a acupunctura. E há quem acredite que a medicina tradicional chinesa pode permitir o atraso no desenvolvimento da artrite reumatóide.

Nas situações mais graves e mais avançadas, a doença só poderá ser amenizada com recurso a uma operação. E pode mesmo ser necessária a colocação de próteses para ajudar o paciente em termos de movimentação.

Truques para aliviar a dor

O descanso da zona afectada é o melhor remédio para tratar de imediato o problema. A prática de actividade física, caso a viesse exercendo, é altamente proibitiva. Mas pode continuar uma rotina desportiva dando caminhadas e até praticando natação, actividades que exercitam os músculos sem promoverem movimentações bruscas ou choques agressivos.

Aplicar compressas de gelo ou emplastros são excelentes medidas para promover o alívio da dor e reduzir o inchaço e a inflamação. E as massagens localizadas, com recurso a relaxantes musculares ou a mezinhas caseiras, darão grande alívio e ajudará a promover o relaxamento dos tecidos musculares.

Dr. Fabrício Almeida

Artigo revisto em 27-11-2014 por Dr. Fabrício Almeida, Ortopedista na Clínica do Arcos.

 

Qualquer imprecisão, incorreção ou adenda a esse artigo devem ser comunicados atráves dessa página.


Patrocínios

25 Comentários

  1. dani ramos says:

    achei otimo e de boa valia. Sinto muita dor no braço esquerdo no peito e nas costa estou acima do peso pode ser dor muscular ou coisa mais grave

  2. Adorei esta pagina Dr. olha o meu problema é que há 10 anos atras sofri um acidente de carro quebrei vários lugares no pescoço com diz o médico que me atendeu ,ele me explicou que eu tinha quebrado as asinha do pescoço em três lugares por pouco eu não fica tretaplegica ou morta,mas eu sarei mas hoje quando eu me viro rápido ou tento pegar uma coisa esticando o braço direito já esta a dor aparece é forte dói nas costa e vem refletir a baixo do peito já coloquei gelo,meu marido faz massagem, a dor parece que retorce o corpo da cintura pra cima. Obrigada desde já. Sou de Portugal e adoro quando leio esta paginas . Um abraço.

    • admin says:

      Maria, pouco haverá a fazer. Já que as dores aparecem por causa de uma lesão provocada por um acidente, dificilmente se conseguirá solucionar o seu problema. E para piorar é numa zona extremamente sensível – o pescoço. O máximo que se você pode fazer é ter muito cuidado com os movimentos que faz e se necessário quando tiver dores, tomar analgésicos.

  3. sinto muitas dores nos braços perna nas costa e nas articulaçoes o que pode ser. me ajudem eu sou portadora de anenmia falceforme voçes tem como me ajudarem?

  4. fernanda says:

    oi sinto muita dor no peito trabalho de limpeza no hospital tem dia q amanhece dendo parecendo q levei um murro no peito ja tomei melocox e injeççao e nao sara o q fazer?

  5. RAFAEL says:

    sINTO DORES NA REGIÃO DO PEITO NO OSSO EXTERNO ACHO QUE FOI ESFORÇO EXERCICIOS FISICO..

  6. luis tapia says:

    Muito bom porem queria saber que acontece quando as dores musculares estão nos membros inferiores , Gluteos, virilha, panturrilha e tornozelos ao mesmo tempo e as dores acontecem mesmo estand em repouso? Tomei estatinas por 12 anos para controle do nível de colesterol hoje fazem 3 meses que não faço uso por achar que que podia ser o motivo, mas continuo com dores, além disso tenho artrose bilateral nos joelhos o que impede de fazer exercícios. devo procurar que especialista?
    Agradeço orientação

    • admin says:

      Luis, procure uma orientação médica. Só depois de uma análise cuidada ao seu caso será possível dar uma solução.

  7. Eu pratico musculação e sinto muitas crises de dores nas articulações dos braços a ultima foi terrivel passei varios dias sem malhar. Ai eu comecei a dar compressas de gelo foi quando aliviou um pouco. Eu achava q poderia estar com problemas nas articulações, mas essas dicas clareou minhas duvidas.

  8. jessica says:

    eu comecei a malhar em uma semana, e sentir muita dor na costa e perna. seria normal ?

  9. kayane says:

    eu gostei mas queria saber pq desde terca quando me estrecei ai quando foi quarta sentir uma dor no braco equerdo fraquinho e nas costas er na nuca so que tenho um problema na coluna ai peguei um peso so ai pode ter sido isdo er normal doutor

  10. leila says:

    Trabalho com limpeza em posto de saude , faz quase uma semana tenho sentindo dor nos braços ,pernas ,pescoço e costas. Trabalho a um ano e meio com limpeza e nunca tinha sentindo isso.

  11. marivania says:

    eu tô com dor no ombro já faz 1 semana eu queria saber se é grave

  12. Felipe luz says:

    Gostei muito, me direcionou bem aos sintomas que apresento no momento.
    Vou explicar meu caso: 30 dias atrás passei por uma crise inflamatória nos músculos do glúteo, fui diagnosticado com síndrome do piriforme, sendo que no fim do tratamento com fisioterapia tive um derrame no joelho esquerdo, vindo a extravasar o líquido, sendo necessário fazer uma punção, que foi realizada após três dias (domingo) do derrame, depois de dois dias (terça-feira) retirei o curativo como recomendou o ortopedista, e percebi que o derrame ainda persistia, mas não retornei ao médico e continuei a tomar os medicamentos, que eram o biprofenid (administração de 12 em 12 horas) e o miosan caf ( tomando 1 comprimido antes de dormir), fui percebendo no decorrer da semana que o derrame estava diminuindo, mas a movimentação da articulação do joelho permanecia limitada, então no sábado seguinte retornei ao ortopedista e ele avaliou que o derrame teria sido drenado pelo corpo, e eu comentei que continuava a sentir dores no joelho e limitação de movimento, e que teria uma “nova” dor, e perguntei o que poderia ser, e ele indagou que poderia uma lesão no menisco medial, e me solicitou uma ressonância do joelho esquerdo, a qual ainda não fiz.
    O grande fator é que desde quando tive a crise inflamatória da musculatura do piriforme, foi desencadeado uma série de processos inflamatórios no meu corpo, começando pelo quadril, indo pro joelho esquerdo, depois o tornozelo esquerdo, chegando até o dedo mínimo do pé.
    Como estou andando com dificuldade com a perna esquerda, estou compensando com a perna direita, e já faz dois dias que sinto dores no joelho direito e na musculatura da perna abaixo do joelho, na região da musculatura fibular.
    Queria saber se meu quadro clínico pode ser associado a uma artrose reumatoide?
    E qual o procedimento deve tomar?
    Desde já agradeço!
    Att,

    Felipe Luz.

  13. Sofia says:

    Muito bom o artigo! Era bem o que estava precisando! Obrigado por compartilhar com a gente!

  14. Maria says:

    Boa tarde! Tenho 58 anos e fui diagnosticada com fibromialgia acompanhada de artrose, consultei vários profissionais incluindo ortopedistas e reumatologistas, não consigo eliminar as dores porque sou alérgica à corticóides, Aas, penicilina,…, e por estas razões gostaria de um aconselhamento sobre o que fazer, pois há dias que não consigo me mover com tanta dor. Noites que não durmo, e por aí vai, está difícil, mas quem sabe o senhor me dá uma luz. Desde já meu muito obrigada.

  15. Muito bom o artigo! Mas gostaria de saber se tem haver com o que estou sentindo… Nunca fui de sentir dores e nem nada, mas de uns dias ora cá estou tendo dores nos ombros, nos joelhos, nos pulsos e as vezes quando vou pisar no chão foi meu pé… Eu não pratico nenhum tipo de exercício será que pode ser por isso??

O que achou do artigo?