Home

A depressão e as dores musculares

A depressão e as dores musculares

A depressão e as dores musculares

As dores da alma tendem a tomar conta de todo o corpo, alastrando-se como uma verdadeira teia pelo mais fundo do nosso ser, por todos os pequenos poros mentais e físicos. E quando essas perturbações psíquicas são crónicas, fruto de uma depressão, são ainda piores e mais intensamente se sentem. Aí cada milímetro da carne se pode apresentar dorido, de uma forma que parece ser fatalmente inultrapassável.

Esse desconforto constante causa um cansaço persistente e uma ansiedade contínua, o que só agrava as tensões e as dores musculares, podendo até desencadear dores crónicas. Os ombros parecem ser os membros mais afectados, carregando o peso de toda a dor, o que afectará gradualmente o pescoço, os braços e as costas. Com o agravar da dor, a postura tenderá a abalar-se e a abater-se mais e mais. Como a avestruz, o deprimido gostaria de enfiar a cabeça o mais baixo possível, entre as pernas, para não ser notado.

Ora, este quadro negro de sintomas explica de forma irrefutável a associação nítida entre a depressão e as dores musculares. Agora, o que falta é saber como lidar com este problema.

Não resista sozinho!

A melhor forma de lidar com situações de depressão é procurando ajuda. Primeiramente pode recorrer aos seus amigos e familiares próximos, tentando encontrar algum equilíbrio e paz mentais, bem como alento para atravessar esta fase sem grandes danos. Mas, se vir que a depressão persiste e se sentir que esta pode mesmo agravar-se, o melhor será consultar os serviços de um profissional da psicologia ou da psiquiatria.

A depressão é um mal, infelizmente, cada vez mais comum, nomeadamente em tempos de uma tão grande crise financeira. As pessoas vêem os seus recursos monetários reduzirem, as suas esperanças e expectativas de futuro goradas, o que causa um profundo desalento e a ideia de impotência perante o inevitável poder financeiro.

A solução adequada para resolver o problema

Perante o crescente aumento de casos depressivos, também se alargam as possibilidades de tratamento para estas situações. Há diversos medicamentos para amenizar os sentimentos causados pela depressão que devem sempre ser prescritos por um médico avalizado. Mas há ainda outros tratamentos alternativos, nomeadamente no domínio da terapia psicológica.

A psicoterapia é uma solução cada vez mais procurada, pois permite proporcionar ao paciente um melhor controlo da dor e da ansiedade. A vítima de depressão será acompanhada no sentido de avaliar quais são as suas necessidades fundamentais, em termos da psicologia clínica, e qual será o melhor plano de acção para amenizar a depressão.

Há situações depressivas que são causadas por incidentes ou episódios circunstanciais, mas, nalguns casos, a depressão é crónica, uma doença permanente na vida do paciente. Nestes casos é provável que os chamados antidepressivos sejam uma solução inevitável, pois este tipo de doentes pode, em última instância, tentar o suicídio.

Em determinados indivíduos, lidar com uma depressão poderá requerer uma transformação completa, em termos de rotinas e de hábitos de vida. Poderá ser necessário proceder a alterações profundas no sentido de criar na pessoa um interesse novo pela vida e uma energia diferente que a ajude a sair da fossa depressiva.

Desta forma, a dor acabará por ser amenizada e, nalguns casos, mesmo extinta, face a uma postura bem distinta da existente. É que, quanto mais nos concentramos em nós e nos pequenos desconfortos que vão surgindo, mais esses incómodos se agudizam. Olhar a vida com novos olhos vai modificar completamente essa percepção.

 

Dr. Fabrício Almeida

Artigo revisto em 15-12-2014 por Dr. Fabrício Almeida, Ortopedista na Clínica do Arcos.

 

Qualquer imprecisão, incorreção ou adenda a esse artigo devem ser comunicados atráves dessa página.


Patrocínios

13 Comentários

  1. sinto muitas dores no peito esquerdo ja fis exames e nada foi costatado referente a coraçao. que dor pde ser essa obrigado por mim ajudar.

    • admin says:

      Francisco, se já fez exames e o resultado foi negativo, provavelmente será apenas um problema muscular que com o tempo pode se dissipar. Mas, o melhor é se manter acompanhado por um médico.

  2. Edu says:

    Como faço para me recuperar de uma lesão na coxa na parte posterior preciso voltar a jogar logo não aguento mais ver esses pernas de pau aqui jogando no meu bairro e pensando que são craque.

  3. rejane says:

    oi estou sentindo muitas dores musculares nas costas na coluna e no peito estou preucupada o que pode ser .

  4. Leandro says:

    Olá. Muito boa a materia.
    Trabalho em uma empresa na mesma empresa a 6 anos.
    Durante esse tempo, exerci diversas funçoes e hoje sou analista de sistemas.
    A 4 anos contrai uma LER/Tendinite nos dedos e pulso.
    Venho sofrendo com o desconforto execivo, enorme fadiga e vontade imensa de dormir o resto do dia.
    Perdi a vontade de fazer muitas coisas que antes me dava prazer, como ler, viajar e até mesmo trabalhar.
    Percebi que tudo isso só acontece em certos momentos do dia, sempre quando a dor de meu braço direito aparece.
    Quando a dor se esvai meu humor e disposição mudam da água para o vinho.
    Amanha vou mostrar mais uma ultrassom a meu ortopedista e vou pedir a ele que me encaminhe para algum tratamento para tudo isso.
    Não sei mais o que fazer.

  5. katielly says:

    Boa tarde , tem 1 mês qe sinto dores pelo corpo e ja fui ao medico e deu so infeccao de urina pasou uns dias dei Herpes Zoste, e desde de qnd começou isso so fico imaginando qe estou doente , com medo de morrer , de ser doenca grave, agora estou com dor lombar , dores no ombro nas pernas e ate nos dedos , meu apetite diminuiu . Sera qe e depressao ?

  6. Tenho dores en todo o corpo, os ombros sao verdadeiras feridas.O motivo e a depressao!

  7. Fenanda says:

    Oi de. Já tive depressão uma vez, tomei fluoxetina durante um ano e parei agora os sintomas estão voltando. Sinto dores no peito , falta de ar , sudorese, infim dores todo corpo, mas quando sinto vem acompanhadas de medo aí que se agrava. Fui ao médico e pedi um remédio mais natural me receitou sominex será que adianta? Pois fico com medo de voltar tomar fluoxetina e casar dependência.

  8. henrique says:

    sintia dores, peito nas costas em varios lugares do corpo, sempre penasava que estava com uma doença grave,fiz exames deu tudo normal medica disse que era depressão sindrome do panico, quanto mais foca nessas dores e pior parece, fiquei 3 meses sem ir trabalhar sem fazer quase nada fui retomando aos poucos,se exercitando e dificil, nao estou 100% mais passei dias horriveis…

O que achou do artigo?